Home Biblioteca Actividades Novidades Links Especiais

   

Estado de sítio em Compostela

 

 

Olá a tod@s, são 10:15 da manhã do dia 14 de Fevereiro, na Radio Kalimero continuamos a contra-informar sobre a cimeira dos Ministros do Interior e da Justiça da Europa rica, rica.

Tal como suspeitávamos, estes senhores parece que vieram a Compostela para desfrutar de um par de dias e noites à nossa conta.

Isto é o que se conclui ao ler sobre as actividades que têm programadas, segundo nos informa "El Correo Gallego" (imprensa local de cariz fascista que nos surpreende durante estes dias com as suas manchetes falando de MASSIVA presença policial). e assim. entre pausas de café, espectáculos de luz e som, banquetes, recepções oficiais, fotos de família e visitas a igrejas e à catedral, entre hoje 14 e a manhã de sexta-feira vão ter muito pouco tempo para falar de algo novo, o que nos leva a pensar que já têm tudo "atado e bem atado".

Assim, concluindo, vê-se que o Rajoy e o outro, quando souberam que Asnar ia aproveitar a presidência da EU para mostrar o seu poderio e bravura num sem fim de reuniões com os seus coleguitas europeus, quando da partilha do mapa pediram para fazer a sua reunião "informal" nesta cidade "tão bonita e emblemática" (palavras do alcaide do PSOE), e aqui estão, antes enviaram os seus rapazes para amedrontar e tomar posse da cidade (numa demonstração de força que não se via nesta cidade desde 1979, quando houve durante todo o ano uma forte mobilização estudantil e os uniformados ainda vestiam de cinzento), depois (ontem) chegaram eles nas suas grandes carrinhas blindadas e assim se fizeram proprietários em regime de exclusividade da zona monumental.

Seguramente que estão a desfrutar bastante, ontem foi-lhes oferecido um espectáculo de luz e som com música de gaitas e projecção de imagens na fachada da Catedral (só para ministros e acompanhantes), presente do nosso generoso alcaide (pago por nós claro), hoje têm previsto um grande jantar no Hotel dos Reis Católicos convidados pelo nosso, não menos generoso, presidente da Galiza Manolo Fraga (também, evidentemente, pago por nós) e assim. sem que ninguém os moleste. os ministros europeus passarão umas jornadas inolvidáveis neste marco histórico-artístico incomparável.

Enquanto @s sofrid@s habitantes desta cidade têm proibida a passagem na zona antiga (só gente suficientemente bem acreditada pode pisar nestes dias as pedras que pisamos desde sempre), tiram-nos do nosso espaço, cercaram-nos desde há dias com 4000 assassinos a soldo armados até aos dentes, para que Rajoy e o outro possam alardear com os seus "coleguitas" que bem que reprimem os seus corpos armados e assim poder desfrutar de uma visita organizada pela zona monumental sem ter que suportar os inconvenientes que @s compostelanos lhes pudéssemos causar.

Ontem, ao fim da tarde, celebraram-se duas manifestações, a libertária e a da "Plataforma Galega por uma Europa Alternativa", tanto numa como noutra (que no final se juntaram) a presença policial (armados com metralhadoras, capacetes e demais material anti-distúrbios) não é que fosse numerosa, era desorbitada!! (estamos convencidos de que ontem se bateu um recorde do Guiness de polícia por metro quadrado. Tentaremos que figure no livro), cordões policiais à frente, atrás, nos lados e por cima (o helicóptero nunca deixou de sobrevoar muito baixo e com o foco apontado aos manifestantes, de tal forma que ensurdecia e deslumbrava o pessoal ao melhor estilo "Batman"), e todos os que simplesmente subiam o passeio eram empurrados para dentro da manif por estes servidores da justiça e da ordem, desta vez não precisaram de infiltrar polícias para provocar incidentes e desprestigiar o movimento anti-globalização, o de ontem foi uma demonstração de força para que vejam os ministros europeus (não esqueçamos que aqui estão os ministros responsáveis pelos corpos repressivos de cada Estado da EU) como bem controla o PP a sua paz social, a sua espanha vai bem.

Lamentavelmente, estão a conseguir os seus objectivos, Santiago é durante estes dias e, sobretudo, estas noites um fantasma de pedra; esta cidade com uma presença estudantil de 40000 pessoas é habitualmente (mesmo que chova), às quartas e quintas, uma cidade viva até altas horas da noite (é habitual que se desloquem estudantes de Vigo, A Corunha e Ourense nessas noites para desfrutar juntos, milhares e milhares de pessoas, o sabor da noite), ontem, quarta-feira, Santiago estava vazia (na realidade estava cheia mas de barreiras, carrinhas com luzes e de uniformes azuis, o helicóptero não que já tinha ido dormir depois do seu espectáculo, ainda que agora mesmo sobrevoe de novo a nossa cidade roubada). Consequentemente. o medo é visível nas pessoas e nós, da Radio Kalimero, procuramos andar sempre acompanhad@s, telefonamos ao chegar salv@s a casa (sabemos que o mesmo o fazem outros grupos e colectivos) e como contrapartida a todo este mau ambiente está a surgir entre tod@s @s que sofremos este acosso uma sensação de camaradagem e solidariedade espontâneas.

Bem, creio que já estou a divagar muito, assim por agora os deixo, mas continuaremos a informar, e para mais informação convidamo-l@s a que nos telefonem para o telefone 670934952. Na Radio Kalimero estamos a tentar seguir minuto a minuto o que acontece, só quero destacar que continuam a assediar-nos, que ontem pela manhã um companheiro da CNT foi retido durante algum tempo e aprenderam a propaganda que levava, que há dois dias identificaram um companheiro da Plataforma por uma Europa Alternativa, menor de idade e apreenderam a sua agenda pessoal e cartazes, que a presença policial é tão desmedida que faz lembrar os filmes sobre o Estado de Sítio na América do Sul e assim como no Chile "eu pisarei as ruas novamente, daquilo que foi Santiago..."

Abraços da Galiza

Radio Kalimero, 14 de Fevereiro de 2002